Busca

Quem procura acha!

Basta procurar que você irá encontrar

Tag

cristão

cristao

Sudanesa condenada à morte por ser cristã

Mulher recusou ceder à lei islâmica e foi condenada por apostasia e adultério.

Os 10 marcos que definem se você é um verdadeiro Cristão

regeneracao e santificação

A luta continua “Eu vos dei leite a beber, e não alimento sólido que ainda não podíeis suportar. Nem ainda  agora o podeis, porque ainda sois carnais”. 1 Coríntios 3:2

Este versículo da primeira carta de Paulo aos Coríntios, tem muito a nos dizer, a mim e a você!

Ele nos diz que há níveis e estágios diferentes de fé. E cada um tem uma história, um monte de roupa suja que precisa ser lavada para que sintamos limpos. Não que isto dependa de nós, ao contrário, pois, tudo depende de Deus que através de Jesus Cristo, nos deu gratuitamente a vida e inclusive a fé (Efésios 2:8-10).

O nosso nascer de novo em Cristo, ocorre unicamente por obra do Espírito Santo de Deus (João 3:5). E é instantâneo segundo a vontade e soberania de Deus Pai, Todo Poderoso e Criador de todas as coisas. Que por sua única e exclusiva misericórdia, escolheu os seus, desde antes da fundação do mundo  (Efésios 1:4). Mas, a conversão leva mais tempo. Para alguns, mais, para outros menos tempo, conforme cada necessidade e a vontade de Deus. E isto também é perfeito, como Deus é perfeito e Santo (2 Samuel 22:31).

Em famílias onde ocorrem conversões juntas, por exemplo o marido e a mulher, o que é uma benção, podem surgir vários problemas, que apesar de doloridos, estarão sob a guarda e condução do Altíssimo; que já os tomou para si. E quando Jesus Cristo os toma para Si, o maligno não os toca nunca mais.  João, em nome de Jesus Cristo, nos garantiu isto: Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca.1 João 5:18.     

Este mais tempo ou menos tempo necessário, ocorre por várias razões. Uma delas é que a promessa de Cristo, de que enviaria o Consolador e Ele nos convenceria do pecado (João 16:7-11), se concretiza em nossa vida. Pois, quando nascemos de novo, o Espírito Santo já está em nós. E Ele faz a obra completa de nos restaurar à imagem de Deus, como no princípio fomos criados, para a glória de Deus. Repito, para a glória de Deus e não para nossa própria glória. Mas ao seu tempo e na maravilhosa misericórdia de Deus, que se renova a cada manhã (Lamentações 3:22-23), Ele nos traz a tona, tira lá do fundo do coração, das áreas onde somente o Espírito Santo alcança e de onde brota toda nossa concupiscência e nossas iniquidades, que nos separavam de Deus (Isaías 59:2); nos faz refletir sobre elas, nos arrepender e confessá-las a Jesus Cristo. Que é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça (1 João 1:9-10). Isto ocorre de forma diferente em cada um de nós, até mesmo em casais já juntos há décadas. Gerando estágios de fé e dedicação à igreja, à comunidade, à participações mais ou menos intensas de um ou outro. O que gera conflitos. Pois, quando nossa sujeira vem à tona e tenha certeza ela virá (Efésios 5:13), nosso nível de desconforto, de sensação de sujeira é grande! A impressão que temos naqueles primeiros momentos é que todo mundo sempre viu nossa sujeira e somente nós não!  E a pessoa ou as pessoas mais próximas, são as que mais conviveram conosco, as que mais sabem destas nossas sujeiras e iremos tentar justificar e sair da ‘Luz’, para que as pessoas não vejam o quanto sujos éramos. Por isto, também é difícil de evangelizar os  ‘de casa’, que sempre souberam de nossas sujeiras e agora do nada; para eles, pois o Espírito Santo age em nós e de forma tremenda e rapidamente, mas para os nossos familiares, irá levar tempos para que acreditem que não é algo passageiro, como tantas outras coisas o foram.

Mas, tudo passa, e a medida que recebemos nossa porção diária da palavra (estudando a Bíblia todos os dias), temos a certeza que toda esta sujeira, já ficou para trás, não nos pertencia, pois nascemos de novo e o “velho homem” morreu. Já não existe mais para Deus (Isaías 43:25). Pois, para isto é que Jesus Cristo, saiu da sua glória junto ao Pai, se humilhou como criatura, sujeitou-se como homem, conheceu todas nossas dores e não cometeu nenhum pecado. Como não pecou, não estava sujeito à morte que é o salário do pecado  (Gênesis 2:17 e Romanos 6:23). Mas, nos deu à sua vida gratuitamente como oferta ao Pai, para que Ele nos perdoasse de todas nossas iniquidades. Por isto Ele morreu naquela cruz, que não era para Ele e sim para mim e para você (“pode medir aquela cruz, ela é do nosso tamanho certinho”). Ele sofreu muito desde a noite anterior no Jardim do Getsêmani. Lá, Jesus até suou sangue (Lucas 22:44) de agonia pelo que iria passar por mim e por você. Ele sofreu com todas as chicotadas e açoites e não foram leves ou simples. Foi tremendamente humilhado, teve que reter todo seu poder perante àqueles que não sabiam o que estavam fazendo. E na cruz foi feito maldito por nós (Gálatas 3:13) e sofreu toda a justa ira do Pai contra nós. E Deus aceitou Seu sacrifício por nós, o ressuscitou ao terceiro dia e O fez  Rei dos reis. E Ele voltará para julgar o mundo e nos levar para casa (Atos 1:11-12 e Hebreus 9:28).

 Mas voltemos ao título desta discussão. Acredito que nem precisa, já deu para você ver que esta história de dez marcos para ver se você é um Cristão de Verdade, as quatro maneiras de saber se tem o Espírito Santo, as nove fases para saber se tem algum dom do Espírito Santo, as maneiras de saber se você está salvo mesmo, se você nasceu de novo ou não; e mais um monte de fábula, não passa de novela. Nosso irmão Paulo em sua carta aos Gálatas já os prevenia sobre isto, vale a pena lê-la novamente. E oremos para que não seja mais uma das armadilhas do maligno, para fazer com que novos crentes se achem imperfeitos demais para continuar sua caminhada até sua completa purificação em Jesus Cristo; porque santo já o é (Atos dos Apóstolos 13:39), aquele que aceita Jesus Cristo como seu único e suficiente salvador e, isto basta. E temos mais o que fazer não é verdade? Por exemplo, orar por estes religiosos que ficam dentro de um templo, deduzindo, combinando versículos bíblicos, ditando e escrevendo, regras e atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com seu dedo querem movê-los, como Jesus nos alertou em Mateus 23:4

Continue sua caminhada na fé e em Cristo Jesus. Se cair, saiba que Cristo irá levantá-lo tantas vezes quanto necessário. E se ainda assim, seu coração lhe acusar, se tranquilize e veja o que nosso irmão João nos ensina sobre isto: “Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade. E nisto conhecemos que somos da verdade, e diante dele asseguraremos nossos corações; Sabendo que, se o nosso coração nos [acusar] condena, maior é Deus do que o nosso coração, e conhece todas as coisas” 1 João 3:18-20

Fique na paz de Cristo e firme na sua caminhada, proclamando o nome de nosso Rei Jesus Cristo. A vitória é certa e logo receberemos nossa coroa, que não merecemos, mas Jesus nos deu naquela Cruz por amor à você e a mim. E Ele é fiel para guardá-la até o preciso momento que Ele escolheu para cada um de nós!

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: